quinta-feira, 20 de fevereiro de 2020

EEVD - Escala de Exposição à Violência Doméstica


Hoje o Espaço Psi apresenta um instrumento que pode ser utilizado por psicólogos e profissionais de nível superior que compõem equipes multiprofissionais de saúde, educação, assistência social e jurídica.

EEVD - Escala de Exposição à Violência Doméstica é composta por 39 questões distribuídas em seis subescalas que medem: violência conjugal, exposição a violência na comunidade, envolvimento da criança nas situações de violência conjugal, fatores de risco para a exposição da violência testemunhal e outros tipos de vitimização. 

O objetivo é avaliar o grau de exposição de crianças e adolescentes à violência conjugal e aos múltiplos fatores relacionados. 

Pode ser aplicada em crianças e adolescentes entre 9 e 16 anos com indícios ou indicadores de vitimização doméstica. 

A aplicação é individual, sem limite de tempo.

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2020

RAVLT- Teste de Aprendizagem Auditivo-Verbal de Rey


Você conhece o RAVLT- Teste de Aprendizagem Auditivo-Verbal de Rey? Venha até o Espaço Psi para saber sobre ele e aproveite para adquirir o seu aqui

RAVLT- Teste de Aprendizagem Auditivo-Verbal de Rey é um teste neuropsicológico que utiliza uma lista de palavras simples, de alta frequência no português brasileiro, com etapas de evocação imediata, evocação tardia e tarefa de reconhecimento. O instrumento possui padrões de aplicação, registro, pontuação e interpretação e normas de desempenho por idade.

Seu objetivo é avaliar a memória declarativa episódica e fornecer informações sobre as medidas de aprendizagem auditivo-verbal, índices de interferência e de retenção de informações e memória de reconhecimento. O teste é particularmente útil na detecção de dificuldades relacionadas à memória em transtornos mentais e síndromes neurológicas, incluindo epilepsia, demência, transtorno bipolar, depressão maior, dentre outros.

Sua aplicação pode ser feita em crianças, adolescentes, adultos e idosos, de 06 a 92 anos. De forma individual, sem limite de tempo, sendo que a maioria das aplicações leva em média 40 minutos. O teste apresenta uma primeira etapa de aprendizagem seguida de um intervalo para a etapa de evocação tardia e reconhecimento. Nesse intervalo de aproximadamente 20 minutos podem ser feitos outros procedimentos, incluindo testes não-verbais.

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2020

BAMS – Bateria de Avaliação da Memória Semântica


Você já pode comprar, aqui no Espaço Psi o mais novo instrumento de avaliação da Vetor Editora. 

Seu uso é indicado para: neuropsicólogos, neurologistas, geriatras, fonoaudiólogos e terapeutas ocupacionais.

BAMS – Bateria de Avaliação da Memória Semântica é um material inédito, desenvolvido especialmente para o público brasileiro para avaliar a memória semântica de pessoas de 60 a 98 anos.

Este instrumento auxilia no processo de avaliação neuropsicológica de transtornos neurocognitivos, subsidiando o planejamento da reabilitação cognitiva. É importante para avaliação de idosos, contribuindo para o diagnóstico e prevenção de quadros clínicos relacionados ao comprometimento da memória declarativa semântica. 

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2020

Nova Comunicação Visual da Vetor Editora



O Espaço Psi parabeniza a Vetor Editora pelo novo logo. E agradece a parceria de tantos anos!

"A Vetor Editora está em movimento e mais abrangente. Nosso novo logo veio para destacar essa mudança. Além das soluções em psicologia, a empresa oferece materiais para auxiliar outros profissionais de saúde mental, serviços de contratação e consultoria para RHs, soluções para educação; possui EAD; realiza treinamentos e incentiva inovações, tais como gamificação e terapias online. A Vetor cresceu muito! Vale a pena conferir."

#vetoremmovimento #vetordeinovação #vetorpresentenasuavida

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2020

A escrita de textos por crianças: limites, possibilidades e implicações educacionais


Finalizando, hoje o Espaço Psi apresenta o terceiro volume da trilogia "A criança, a leitura e a escrita", que você também pode vir adquirir aqui ou nos consultar sobre envio.

Em "A escrita de textos por crianças: limites, possibilidades e implicações educacionais" as autoras versam sobre a escrita de textos, tema desafiador do ponto de vista educacional e relevante para a aquisição plena da linguagem escrita. Articulando teoria e resultados de pesquisas recentes na área da Psicologia Cognitiva e da Psicolinguística, cada um dos capítulos traz  exemplos e sugestões de atividades que podem se transformar em situações didáticas efetivas para o ensino da escrita na educação básica. 

Autoras

Alina Galvão Spinillo
Doutora em Psicologia pela Universidade de Oxford (Inglaterra), Pós-doutorado na Universidade de Sussex (Inglaterra). Professora Titular do Departamento de Psicologia e docente permanente da Pós-Graduação em Psicologia Cognitiva da UFPE. Pesquisadora Nível 1 do CNPq, realizando investigações na área da Psicologia do Desenvolvimento Cognitivo, especificamente sobre raciocínio matemático e sobre compreensão e produção de textos orais e escritos, extraindo implicações educacionais relativas à educação infantil e ao ensino fundamental.

Jane Correa
Doutora em  Psicologia pela Universidade de Oxford (Inglaterra), Pós-doutorado na Universidade de Londres. Professora Titular do Instituto de Psicologia e docente permanente do Programa de Pós-graduação em Psicologia da UFRJ. Supervisora de Estágio Profissional em Transtornos de Aprendizagem na Divisão  de  Psicologia  Aplicada/UFRJ e coordenadora do projeto das  Oficinas  de  Leitura  e  Escrita.  Pesquisadora Nível 2 do CNPq, Cientista do Nosso Estado/FAPERJ, tem  como principais  temas  de  interesse:  aprendizagem  da  leitura  e  da  escrita  e  seus correlatos  linguístico-cognitivos; e transtornos de aprendizagem.

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2020

Compreensão da Leitura: processos cognitivos e estratégias de ensino


Hoje o Espaço Psi apresenta o segundo volume da serie "A criança, a leitura e a escrita", que você pode vir adquirir aqui ou nos consultar sobre envio.

Nesse volume, 
"Compreensão da Leitura: processos cognitivos e estratégias de ensino", os capítulos tratam da compreensão leitora, que diz respeito à atribuição de significado ao registro escrito e resulta da interação de vários elementos referentes ao leitor, ao texto e ao contexto em que a interação ocorre. Sob essas premissas, este volume aborda os processos cognitivos, características do leitor, e as estratégias de ensino que contribuem para o desenvolvimento dessa competência, desde a sua aprendizagem inicial à leitura proficiente.

Organizadoras

Sandra Regina Kirchner Guimarães
Psicóloga pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná, realizou mestrado em Educação na Universidade Federal do Paraná e doutorado em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano na Universidade de São Paulo. Professora Permanente do Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal do Paraná. Temas de interesse: aprendizagem inicial, aperfeiçoamento e dificuldades na leitura e na escrita. 

Fraulein Vidigal de Paula
Psicóloga, Professora e Pesquisadora no Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo. Líder de Grupo de Pesquisa USP/CNPq. Linhas de trabalho: Psicologia Cognitiva, Psicologia da Aprendizagem, Desenvolvimento metacognitivo e metalinguístico, Processos de ensino e aprendizagem de leitura e escrita. 

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2020

Aprender a ler e escrever: bases cognitivas e práticas pedagógicas


Essa semana vamos apresentar os volumes da trilogia A criança, a Leitura e a Escrita. Todos você pode adquirir aqui no Espaço Psi!

"Aprender a ler e escrever: bases cognitivas e práticas pedagógicas" é o primeiro volume e aborda em linguagem clara, porém baseada  em estudos recentes na área da Psicologia Cognitiva da Leitura,  o desenvolvimento das competências cognitivas e linguísticas necessárias para a alfabetização. De modo particular, o livro é rico em sugestões de atividades lúdicas e didáticas voltadas para o desenvolvimento dessas competências, tanto na pré-escola como nos anos iniciais do Ensino Fundamental. 

Autoras

Maria José dos Santos
Doutora em Psicologia da Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Bacharel em Psicologia pelo Instituto Unificado Paulista. Professora da Universidade Federal de Goiás. Líder do Grupo de Estudos e Investigação sobre Aprendizagem e Desenvolvimento (GEIAD); membro do Grupo de Pesquisa Escolarização Inicial e Desenvolvimento Psicológico (EIDEP).

Sylvia Domingos Barrera
Mestre e Doutora em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano pela Universidade de São Paulo (USP). Professora do Departamento de Psicologia da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto da USP (FFCLRP-USP). Membro do corpo docente do Programa de Pós-graduação em Psicologia da FFCLRP-USP, atuando principalmente nos temas: alfabetização, habilidades metalinguísticas, dificuldades de aprendizagem, leitura e escrita.